FALE CONOSCO: (67) 3409 1234

Copasul - Cooperativa Agrícola Sul MatoGrossense
Download NFe/XML Webmail

lavoura_de_soja_18

Preços da soja iniciam o ano em alta

31, Jan de 2018
Voltar
 Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul
  O preço médio da saca de soja em Mato Grosso do Sul avançou 0,5% no início do ano (até o dia 22 de janeiro). A informação foi apresentada no Boletim Casa Rural, elaborado pela Unidade Técnica do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS.  
   No período analisado, preço saiu R$ 62,25 para R$ 62,56 a saca, em média. “Entre os fatores que explicam este cenário está a alta na cotação da oleaginosa no mercado internacional, como reflexo das adversidades climáticas na América do Sul, sobretudo na Argentina, onde o clima está seco”, explica o analista técnico do Sistema Famasul, Luiz Gama.
   Em sentido contrário, o milho desvalorizou neste início do ano, saindo de R$ 23,06 para R$ 22,38 a saca, com redução de cerca de 3%.
 Para Gama, a modificação da atual conjuntura depende de fatores externos. “Estamos, no momento, com muita disponibilidade do grão. Porém, a perspectiva, ainda, é de crescimento para 2018, considerando que devemos ter um aumento do consumo interno em função da produção de proteína de carnes elevando o processamento do milho para elaboração da ração”.
 Exportação
 As exportações do complexo soja (soja em grão, óleo e farelo) em Mato Grosso do Sul atingiram 3,64 milhões de toneladas em 2017, cerca de 26% a mais que em 2016. China se manteve como principal destino das negociações e o porto de Paranaguá, com participação de 37,6%, foi o principal ponto de escoamento.
 Em relação ao milho, Mato Grosso do Sul exportou 2,1 milhões de toneladas este ano, com elevação de cerca de 16% frente a 2016. Japão foi o principal comprador e Paranaguá, com 37,8%, o porto mais usado para embarque.