FALE CONOSCO: (67) 3409 1234

Copasul - Cooperativa Agrícola Sul MatoGrossense
Download NFe/XML Webmail

img_5144_d

Presidente da Copasul destaca nova estrutura da Ampasul inaugurada sexta

29, Jul de 2019
Voltar

Gervásio Kamitani trouxe aos cooperados boas notícias em relação à produção desta commoditie e parabenizou a associação pela nova estrutura, principalmente pela aquisição de um laboratório de última geração

 

Da Assessoria Copasul

 

Historicamente envolvida com a cultura do algodão, a Cooperativa Agrícola Sul-Mato-Grossense – Copasul foi representada pelo presidente Gervásio Kamitani na solenidade de inauguração da nova sede da Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampasul), que completou 20 anos de existência.

 

A solenidade ocorreu na sexta-feira passada (26) e a nova sede, localizada no município de Chapadão do Sul, foi apresentada aos convidados, entre eles, Tereza Cristina, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Gervásio trouxe aos cooperados boas notícias em relação à produção desta commoditie e parabenizou a associação pela nova estrutura, principalmente pela aquisição de um laboratório de última geração para análise de fibra de algodão que, assim como a sede, foi construído com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), em um investimento aproximado de R$ 18 milhões.

 

“Foi uma festa bastante proveitosa para os cotonicultores porque trouxe bastante informação nova, conversamos bastante e tivemos o prazer de conhecer aquela estrutura tão importante, e que, com certeza, fortalece a cotonicultura do Estado”, disse Gervásio.

 

 

 

Os prognósticos para a cultura do algodão também foram ressaltados no encontro. A ministra Tereza Cristina falou sobre as visitas que fez a países asiáticos, onde a pluma brasileira ganha espaço para exportação.

 

O presidente da Ampasul, Walter Schlatter destacou a posição que Mato Grosso do Sul ocupa no ranking nacional em área plantada e falou sobre o potencial para ir além. “Nosso Estado é atualmente o quinto lugar em área plantada de algodão do Brasil, mas temos perspectivas de crescimento e, possivelmente, nos próximos anos poderemos ter a quarto ou até a terceira maior área plantada”, disse.

 

Walter destacou a produtividade e a qualidade do algodão sul-mato-grossense e, neste sentido, o presidente da Copasul também ressaltou o papel da cooperativa, que tem na Unidade Fiação um patamar de qualidade e tecnologia que permite atender o mercado com tranquilidade.

 

“Qualidade é o que procuramos em tudo que fazemos. Ao ouvir que nosso Estado pode aumentar a produção, vemos possibilidades muito positivas para os cooperados Copasul”, finalizou.

 

Segundo dados da própria Ampasul, a safra 2018/2019 de algodão em Mato Grosso do Sul trouxe uma cobertura de quase 38 mil hectares, um crescimento de 7 mil hectares em relação ao ano anterior, colocando o Estado em 5° lugar no ranking nacional de área plantada.

 

Foto: Norbertino Angeli/Ampasul