FALE CONOSCO: (67) 3409 1234

Copasul - Cooperativa Agrícola Sul MatoGrossense
Download NFe/XML Webmail

amigos_1

Dia do Amigo e Dia Internacional do Cooperativismo

19, Jul de 2019
Voltar

 

Da OCB

 

Uma análise da relação entre amizade e cooperativismo

No mês de julho são comemoradas duas datas muito significativas: o Dia Internacional do Cooperativismo, no dia 6, e o Dia do Amigo, no dia 20. O que talvez você não tenha reparado é que existe uma relação entre as ideias de amizade e de cooperativismo, o que torna este mês ainda mais especial.

 

Como você poderá conferir a seguir, se observamos os princípios cooperativistas fica fácil perceber que eles têm tudo a ver com os laços mantidos entre amigos de verdade.

 

Além disso, ter bons amigos só faz bem. E o mesmo podemos dizer sobre a cooperação. Afinal, quem faz parte de uma cooperativa une forças para alcançar objetivos comuns, pode participar da gestão da instituição e ainda tem outras vantagens. Acompanhe:

 

Amigos, amigos, negócios a parte?

Assim como no cooperativismo a adesão é livre e voluntária, em nossas relações pessoais, ninguém é obrigado a ser amigo de ninguém.

 

Agora, quem encontra um amigo verdadeiro encontra um tesouro. E no caso do cooperativismo, quem participa do movimento também pode encontrar muitos valores agregados, como o desenvolvimento inclusivo, a valorização do ser humano, o trabalho digno, etc.

 

Pensando nisso, a Aliança Cooperativa Internacional (ACI) definiu que, este ano, o tema do Dia Internacional do Cooperativismo (Coopsday) é Cooperativas por um trabalho digno. Afinal, o cooperativismo tem papel importante na criação de empregos decentes e no empoderamento econômico e social das comunidades locais.

 

Em uma série mundial de entrevistas relacionadas com a publicação Cooperatives and Employment: a Global Report, ficou claro que os trabalhadores cooperativos experimentam “uma busca por eficiência, flexibilidade compartilhada, um senso de participação, um ambiente familiar e um forte senso de identidade.” No fim das contas, é como trabalhar entre amigos, que sabem o valor uns dos outros e se apoiam mutuamente.

 

Amigo que é amigo coopera

É comum que um amigo ajude o outro nas mais diversas questões, seja aconselhando, opinando, ouvindo, emprestando uma roupa, pagando um lanche, oferecendo o ombro, etc. E um amigo verdadeiro faz isso sem esperar nada em troca, além do benefício de ver seu amigo bem.

 

No cooperativismo, o mesmo acontece pelo princípio da Intercooperação, que orienta a ajuda mútua entre associados e também entre diferentes instituições cooperativas, seja por meio de consultorias, parcerias, ou outras formas de apoio.

 

Amigo que é amigo participa

Amigos são aquelas pessoas que têm uma participação especial em nossas vidas. Compartilhamos com eles nossos momentos e emoções mais íntimos. E mesmo que estejam distantes, eles participam do nosso dia a dia.

 

Um amigo verdadeiro não te deixaria sozinho no dia do seu casamento (exceto em casos raros) ou no dia de uma decisão importante para você. E não te deixaria pagar a conta sozinho, se ele tiver dinheiro para dividir.

 

No caso do cooperativismo, essa participação ativa de todos os cooperados também conta muito. Afinal, a gestão é democrática (há Assembleias gerais para a tomada de decisões e cada cooperado tem um voto de peso igualitário) e os associados têm participação econômica na instituição, podendo até ganhar sobras no caso da cooperativa ter resultados positivos.

 

Amigos nem sempre concordam

Amigos não precisam ter necessariamente os mesmos gostos, vontades e opiniões. Um amigo também serve para discordar e para mostrar-nos outros pontos de vista. Essas diferenças são importantes e enriquecedoras para uma amizade.

 

Entre os princípios do cooperativismo, também é reconhecida a Autonomia e independência. Afinal, cada pessoa deve ser respeitada individualmente. E cada cooperativa, como um todo integral. Mas como diz o refrão popular, conversando, a gente se entende. Por isso é tão importante a gestão democrática das cooperativas, contando com a participação de todos e de cada um.

 

 

Amigos nos ajudam a evoluir

Amigo que é amigo quer o nosso bem, quer que a gente cresça como pessoa, que evolua na profissão, que se dê bem na vida, que seja feliz. E sempre que pode um amigo verdadeiro tenta contribuir para isso, seja com um conselho, com uma conversa franca, com uma indicação profissional ou até negociando com outras pessoas para que a gente viva em um contexto melhor.

 

Agora, sabia que há dois princípios cooperativistas que tratam exatamente disso? O da Educação, formação e informação, que trata de contribuir com o desenvolvimento de todos os cooperados e do próprio movimento. E o princípio do Interesse pela comunidade, que está relacionado com os retornos que as cooperativas produzem para as comunidades onde estão instaladas.

 

Ou seja, na amizade e no cooperativismo, todos saem ganhando.