FALE CONOSCO: (67) 3409 1234

Copasul - Cooperativa Agrícola Sul MatoGrossense
Download NFe/XML Webmail

whatsapp_image_2019_03_14_at_10_41_23

Copasul realiza 2ª edição de Curso de Derivados de Mandioca

14, Mar de 2019
Voltar

  Após a mandioca sair do campo ela pode se transformar na fécula que é matéria-prima para uma infinidade de itens, principalmente alimentícios. Como forma de oportunizar conhecimento e valorizar um produto dos cooperados da Copasul, foi realizada em Naviraí, a 2ª Edição do curso de derivados de mandioca. Na oportunidade, participaram cooperadas e esposas de cooperados de Novo Horizonte do Sul.

  Foi um dia com muito aprendizado e interação, que teve início na Sede da Cooperativa, com a recepção do Presidente, Gervásio Kamitani, após, foi realizada uma explanação técnica com o agrônomo Cleiton Simão Zebalho e em seguida as participantes foram para a Fecularia onde, acompanhadas pelo Gerente Jocivaldo Aragão, puderam ver todo o processo de industrialização da mandioca.

  No período da tarde, foi a hora de colocar a mão na massa, na cozinha industrial do SENAC, Instituição parceria na realização do curso. Com a instrução da Cheff, Isabela Rottini Lopes, elas fizeram rocambole, coxinha, brevidade, chipa e biscoito de polvilho, todos preparados com a mandioca e a fécula da Fecularia.

Participantes destacam importância do evento

"Gostei bastante. Não conhecia o processo pelo qual passa a mandioca, na fecularia. Achei tudo muito interessante. Na palestra aprendi a tirar a renda, que não sabia. E na cozinha não conhecia o rocambole de mandioca e nunca tinha feito a chipa. Foi muito bom", disse Michelly Melquiades de Almeida, esposa de cooperado e produtora de mandioca.

"Achei muito produtivo, aprendemos muita coisa. A visita na fábrica foi ótima. Me chamou a atenção como é feito o processo, muito higienizado a com zelo a cada detalhe. E a parte das receitas foi muito produtiva também", disse Marcela Cristina Godoi da Silva

"Tive o prazer de estar aqui na Copasul, fomos muito bem recebidas e para mim foi muito proveitoso. Somos acostumadas com o básico da mandioca e hoje aprendemos muita coisas diferentes. Eu e meu marido plantamos há muitos anos mandioca", disse a cooperada Rosangela Aparecida Paganin